Luiz Felipe dos Santos Passos

O Jovem de 21 anos de idade, foi assassinado dentro de sua casa em Osasco, SP., na madrugada de 13 de agosto de 2018.

De acordo com o Boletim de Ocorrência número 2410/2018 lavrado no 10º DP de Osasco, o rapaz teria sido assassinado com 16 tiros de uma pistola ponto 40 (.40), pelo padrasto Adriano Conceição de Oliveira que na delegacia assumiu o crime.

Na ocasião dos fatos, amãe biológica, a tia materna (Ednalda Pereira dos Santos, que inclusive foi investigada por falso testemunho) e a avó materna estavam dentro da residência e declararam não terem ouvido um tiro sequer.

De acordo com os autos, no Tribunal do Júri a mãe e a tia da vítima procuraram acobertar o acusado, já que estavam na casa no momento do crime. Apesar de negar a autoria em juízo, o réu admitira o crime na delegacia e enviou mensagem via celular a um amigo comemorando o ocorrido.

No entanto, os vizinhos não só ouviram os disparos, como viram os clarões, tanto é que um deles, serviu de testemunha no processo.

Luiz Felipe estaria dormindo, quando foi surpreendido pelo sentenciado Adriano Conceição De Oliveira, que era padrasto da vítima.

Pelo fato de o crime ter sido praticado por motivo fútil e torpe, uma vez que o jovem se encontrava na impraticabilidade de reação ou defesa, acarretou para Oliveira mais uma condenação sendo a pena de 23 anos de reclusão, em regime inicial fechado.

Ainda de acordo com informações de testemunhas, havia um atrito familiar em razão da utilização indevida pelo assassino de um cômodo da casa. Ou seja, motivo banal que levou um jovem de 21 anos a óbito.

Por Elizabeth Misciasci

Ajude, basta divulgar!

UV União de Vítimas Não solte a minha Mão!

Webdesign Elizabeth Metynoski *Todos os Direitos Reservados*